Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rui Rio e os ses do poema de Kipling.png

Após ter visto Rui Rio com tantos “ses” e a fazer de morto para não mostrar o jogo e para não se contradizer com a sua argumentação, recordei-me do poema “Se - IF”, escrito em 1895 pelo escritor Rudyard Kipling, Prémio Nobel de Literatura em 1907, publicado pela primeira vez em 1910 numa coletânea de contos, utilizei a ideia para a realidade política que agora vivemos mantendo a condicional “SE” e apenas algumas palavras, poucas.

 SE conseguires manter a calma e contiveres as emoções quando te dizem que emigras agora por falta de condições recorda-te do tempo quando te mandaram emigrar.

SE consegues ainda ter confiança naqueles que sucedem aos que te governaram no passado, ofenderam e ofendem a tua inteligência.

SE continuam a dizer-te que deves ter esperança e, ao mesmo tempo, te caluniam, odeiam e culpabilizam pela tua profissão pública e consegues esperar sem te cansares.

SE te incomodam e criticam pela tua velhice e pela tua pensão serem as causas da falta de sustentabilidade da segurança social e lançam contra ti este estigma.

SE ainda consegues ter esperança e confiança em quem te diz e te faz sonhar com reformas e mudanças que não vão acontecer.

SE ainda consegues suportar e escutar mentiras lançadas por comentadores como sendo verdades absolutas para te fazerem cair em armadilhas.

SE consegues encarar tudo aquilo pelo qual lutaste na vida ficar destruído para reconstruíres tudo de novo.

SE consegues num único passo e num minuto um lançamento de cara ou coroa para arriscares tudo o que conquistaste, perderes e recomeçares de novo sem nunca suspirares palavras da tua perda.

SE consegues ainda aguentar quando já nada tens em ti e por tua opção e te irão depois dizer: "Tem esperança, temos que esperar pelo crescimento económico, aguenta-te!"

SE consegues ouvi-los falar para multidões e permaneceres com as tuas virtudes e ainda andas e ages naturalmente.

SE estás disposto a viver em instabilidade governativa e social.

SE já não te conseguem ofender.

SE alguns contam contigo para os defenderes dizendo que é para teu bem.

Português, com a liberdade de escolha que te assiste e se estás incluído neste “ses”, então tens disponível várias opções à direita e à esquerda do único que poderá vir a defender contigo o teu futuro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:42



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.