Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





imagem em: http://soproleve.blogspot.pt/2012/04/camilo-lourenco-o-lambe-rabos.html


  

 


Hoje resolvi colocar um novo “post” com uma escrita mais contundente sobre o tema dos comentadores e analistas políticos que merecem a minha homenagem apenas enquanto “atores” de televisão. Então, estes atores comentadores, frente às camaras de televisão, trincham problemas do Estado da governação e da nação com a rapidez do tempo televisivo concedido e o vagar de quem enrodilha sem ter na mão a solução para os resolver.  


A facilidade com que discutem a economia, a educação, a segurança social, as finanças e tudo o mais que vier, com uma pujante falsa nobreza de caráter para telespetador ver. Alguns vêm a surgir depois como futuros “mandões” cá do país, dispostos a castigar as insolências de que foram alvo e premiarem os que lhes captaram as boas graças.


Surgem entre esses outros que se perfilam e outros que estão de sentinela a todos os cargos que muitos desejam encarreirados em fila. Para serem consultores, assessores, secretários e estado, ministros e diretores gerais e outros que tais, onde entram digníssimas jovens que estão a postos para treparem seja a que título for.


É então vê-los frente aos canais de televisão e na imprensa a defenderem o indefensável lançando ao mar toda a vergonha quando, devido à pressa ou à incompetência legislativa, deitam cá para fora as atrocidades do costume defendendo os seus interesses e dos que os ajudaram.


A província, a que agora se chama pomposamente regiões do interior, enfastia-os e, se não fossem os cargos autárquicos que ambicionam, e obtêm à custa de promessas vãs, já estariam próximos do poder central, onde aí, sim, vale a pena estar à coca de uma oportunidade ou de um favor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:28



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.