Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Conversa de esquina

por Manuel_AR, em 06.05.14



 


Dois sujeitos encontram-se numa esquina e diz um deles para o outro:


- Olha lá pá, não me posso esquecer da última vez em que tu, naquela taberna da tua rua, falaste mal de mim e ofendeste o meu clube. O que tens a dizer agora pá?


- Pois é pá, não sei se te recordas, tu também, tiveste culpa quando me disseste que o campeonato, para o meu clube, estava perdido e que o melhor era mudarem de treinador. Recordas-te? Foi uma ofensa tremenda… O que tens tu também a dizer?


 


Cavaco Silva, o Presidente de alguns portugueses, colocou na sua página pessoal no Facebook a seguinte mensagem:


 


"O que mais me vem à memória, no dia de hoje, são as afirmações perentórias de agentes políticos, comentadores e analistas, nacionais e estrangeiros ainda há menos de seis meses, de que Portugal não conseguiria evitar um segundo resgate. O que dizem agora?"


 


Será isto forma de se exprimir o mais alto dignatário da nação, mesmo que a título pessoal? Um Presidente da República deve ter toda a cautela quanto à forma como faz os seus comentários. Tem que ser superior a sentimentos pessoais que tenha. Há que ter compostura e dignidade. O texto dele faz lembrar aquelas expressões que se utilizam em conversas de esquina, de café e de táxi sem ofensa para os taxistas.


Revela apenas um personagem ressentido, quiçá vingativo, que fica incomodado com os que discordam dele, mesmo quando manifestam apenas a suas opiniões. Quem assim procede revela apenas pequenez de espírito.


 


Imagem de: https://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/


 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:37



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.