Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A propósito de notícias que vieram a lume nas televisões  sobre o encerramento de lares para idosos por falta de condições e maus tratos insiro aqui novamente esse "post" que coloquei em 11 de março de 2012.


Tudo foi desencadeado após uma reportagem da TVI que foi para o ar em 10 de dezembro.





 


















O Ministério da Solidariedade e da Segurança Social,segundo Mota Soares, vai alterar a lei que regula o funcionamento dos lares para idosos flexibilizando as regras até agora estabelecidas, reduzindo os padrões de exigência.
Segundo fonte daquele ministério ao Jornal de Notícias, notíciado pela RTP  "além do aumento da capacidade dos lares licenciados pela Segurança Social, previsto em 20 por cento, o Governo pretende aligeirar as regras relativas à construção e às obras destas instituições".
Com o preteexto de dar respostas à procura de lares, o que ao mesmo tempo se pretende é aumentar as margens de lucros deste tipo de instituições privadas. Com o aumento da capacidade de alojamento de idosos nos lares não se prevê que vá aumentar o pessoal de apoio, ficando os utentes a ser menos acompanhados, isto é, o rácio idosos por trabalhador de apoio aumentará.
Alguém comentou num canal televisivo que quartos de uma ou duas camas para idosos eram um luxo!  Iremos assistir na maior parte dos lares (não os de luxo claro!) espalhados por este país a serem transformados em contentores e em depósitos para idosos que, mesmo com a legislação atual já o são de facto na maior parte dos casos.
As famílias destes senhores decisores, e eles próprios, quando chegarem a idade avançadas, se tiverem que ir para um lar, com certeza que irão ficar em lares de luxo com condições muito diferentes daquelas que pretendem para a maior parte da população idosa.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:40



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.