Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

FALSO

Na rubrica Prova de Factos do jornal Público fica demonstrada a falsidade com que André Ventura tenta convencer potencias adeptos com uma espécie de rasca discussão futebolística. Assim, com a devida permissão que deveria ter e ao mesmo tempo com o pedido de desculpas ao Jornal transcrevo na integra o artigo de

Marta Martinho Oliveira, in jornal Público, 10 de Janeiro de 2022

A despesa com RSI é mais do que um terço de todos os salários da Administração Pública?

No debate com João Cotrim de Figueiredo, André Ventura disse que o gasto com RSI é “extraordinariamente elevado” e estabeleceu uma relação entre a despesa com este apoio social e o gasto com salários.

A frase

"Temos hoje um valor de Rendimento Social de Inserção (RSI) extraordinariamente elevado. Estamos a falar de mais de 300 milhões por ano. Só para as pessoas terem uma ideia é um terço, é um bocadinho mais do que um terço de todos os salários da Administração Pública.”

André Ventura, no frente-a-frente com João Cotrim de Figueiredo, domingo à noite na CNN Portugal

O contexto

No frente-a-frente, o líder do Chega foi desafiado a explicar um dos temas mais marcantes do programa eleitoral do partido e que passa pela ideia de reduzir subsídios para aumentar pensões. Um dos apoios sociais sobre o qual Ventura tem uma posição mais crítica é o RSI, que é pago pela Segurança Social a pessoas em situação de pobreza extrema. Ventura criticou a posição da Iniciativa Liberal sobre esta questão e defendeu que o país não pode “continuar a ter a bandalheira que tem nos apoios sociais”.

Os factos

De acordo com a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que foi chumbada no Parlamento, o Governo esperava gastar até ao final do ano passado 364 milhões de euros com RSI e previa gastar 377 milhões de euros este ano. Também de acordo com o mesmo documento, a despesa com todos os salários da Administração Pública deveria ter chegado a 23.277 milhões de euros em 2021, aumentando para 24.285 milhões de euros em 2022.

Segundo dados da Segurança Social, em Novembro de 2021, o último mês para o qual há dados disponíveis, havia 97.700 famílias abrangidas pelo RSI, que incluíam 206.879 pessoas, das quais um terço (67.185) eram crianças e jovens até aos 17 anos A prestação média por cada agregado familiar apoiado foi nesse mês de 261 euros.

Em resumo

A afirmação de André Ventura é falsa. Um terço de todos os salários da Administração Pública é 7759 milhões de euros (em 2021) ou 8095 milhões de euros (usando como referência os dados de 2022). A relação certa seria: o que é gasto num ano em RSI – os tais mais de 300 milhões de euros – corresponde grosso modo a cerca de um terço do aumento de despesa com salários de toda a Administração Pública, entre 2021 e 2022, e não do total gasto com remunerações.

Falso

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.